A arte de transformar como inspiração para crescer

Inês é artesã apaixonada pelo seu ofício de fazer o bem pela arte do feito à mão. O modo como ela fala de seu trabalho contagia e motiva a querer ir adiante.“Não quero nada marginalizado, nem coisa nem pessoas”, diz. Ela vê em restos de papel, tecidos, couro e tantos outros materiais novas possibilidades, assim como vê o potencial do ser humano em cada pessoa que chega ao Fiz de Contas, grupo produtivo que lidera. E segue, garimpando pessoas que capacita e também materiais que transforma em produtos.

ines fio de contas rede asta artesanato
‍Inês líder do grupo Fiz de Contas em seu ateliê

A líder do grupo Fiz de Contas de Barra do Piraí/RJ é uma das participantes da terceira turma da Escola de Negócio Entusiasta, viabilizada por uma parceria da Chevron com a Rede Asta. Na aula inaugural, ela apresentou um de seus produtos para artesãs de outros 19 grupos produtivos, mostrando o upcycling como característica central do seu artesanato:

Inês na aula inaugural da Entusiasta
“Esse produto diz que eu não acredito que as coisas são lixo. Esse produto diz que tudo tem seu lugar. Esse produto diz que se eu mexer no meu olhar eu posso criar outra coisa. Eu posso dar aquilo que estava à beira da morte um ressurgimento. Então, ninguém nem nada merece ficar à margem”.

Inês viu na Entusiasta um modo de fazer seu negócio crescer: “Temos um produto bom, e agora temos material para sermos mais estratégicos.”

A turma ainda tem alguns meses de aulas pela frente, mas as lições já estão sendo aplicadas. Após a aula de Canais de Vendas, a artesã viu uma oportunidade para o grupo Fiz de Contas funcionar no modelo store in store (loja dentro de loja) e desenvolveu um expositor para suas peças. Ao negociar com as lojas, ela apresenta uma solução barata e prática para organizar e dar destaque aos seus produtos.

Inês com seu expositor de produtos

Conheça mais sobre a Inês e o Fiz de Contas: