Microempresários Individuais – MEI devem declarar seus rendimentos no prazo para evitar multa

21/1/2019

Ter um negócio legalizado é fundamental para aumentar os canais de vendas dos artesãos. Com um CNPJ há a possibilidade de trabalhar com lojistas, empresas e diversos compradores de produtos e serviços artesanais.Empresas sérias prezam pela legalidade e só vão comprar diretamente do pequeno produtor se esse puder emitir notas fiscais. Por essa razão, o número de artesãos que abrem suas empresas como MEI – Microempresário individuais está aumentando no país e devem ficar atentos para não deixar de declarar seus rendimentos anuais dentro do prazo.

Como fazer a declaração anual DASN-SIMEI

Ao longo do ano, você deve ter anotado mensalmente as suas receitas, certo? O valor do que você recebeu (receita bruta) deve ser declarado. É importante que você confira com as Nota Fiscais que você emitiu durante o ano. Os valores precisam estar iguais. Ter uma planilha e conferir com as notas é o caminho mais seguro de que nada vai deixar de ser declarado. É a boa e velha prova real que aprendemos nos tempos de escola.

A declaração é feita no Portal do Empreendedor do Governo Federal: www.portaldoempreendedor.gov.br até o dia 31 de maio. Veja o passo a passo no vídeo:

 

Quem deu baixa no MEI precisa declarar

Mesmo que você tenha dado baixa no seu CNPJ durante o ano, você precisa declarar. A não declaração gera multa também nesse caso.

 

De quanto é a multa por não declaração ou atraso

Quem atrasa ou não entrega a declaração deve pagar uma multa miníma no valor de R$50,00 que aumenta 2% ao mês. Por isso, organize suas notas, caso ainda não estejam organizadas, e fique de olho no prazo.

 _______

Se quiser aprofundar mais sobre a declaração, leia o Manual da Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual DASN-SIMEI do Governo Federal.