O que é a Plataforma Asta e quais problemas ela pretende solucionar?

10/4/2019

Em Junho de 2018 lançamos a Plataforma Asta para artesãos de todo o Brasil. Ela é uma tecnologia social que tem o objetivo de transformar artesãos brasileiros em empreendedores, conectar esses pequenos produtores a lojistas e marcas, valorizar o artesanato nacional e movimentar a economia local e do feito à mão. Ela surgiu porque descobrimos duas coisas:

  1. artesãos fazem trabalhos maravilhosos, mas são pouco empreendedores para escoar seus produtos e trazer renda e qualidade de vida às suas famílias; e
  2. empresas que poderiam (e até desejam) investir em produtos artesanais da população local não sabem como encontrar bons artesãos.
Sala decorada com almoda Fuxicão, Almofada Folha e Luminária de Placa de Palmito Pupunha feitas pelas artesãs da Rede Asta para a Linha casa da Dress To em 2016
Coleção Casa das artesãs da Rede Asta com a marca Dress To em 2016

Como chegamos a essas descobertas?

De 2005 a 2015, trabalhamos com mais de 1200 artesãs brasileiras e geramos mais de R$ 3 milhões em renda para elas através dos canais de vendas da Rede Asta. Como negócio social, acreditamos desde o início que o comércio justo e o consumo consciente são poderosas ferramentas de inclusão social e econômica.

Depois de cada capacitação de melhorias em produtos e de desenvolvimento de coleções com os negócios produtivos da nossa rede, nós nos responsabilizávamos pelo escoamento da produção. Começamos em feiras de brindes, passamos pela venda direta, tivemos duas lojas físicas operando na Zona Sul do Rio de Janeiro e uma loja virtual. A renda gerada era importante para esses pequenos produtores, mas uma pesquisa de impacto interna nos mostrou que muitos dos artesãos da nossa rede se tornavam dependentes dos nossos canais de vendas e não se desenvolviam como empreendedores.

Loja em Laranjeiras: um dos canais de varejo da Rede Asta

Foi um choque de realidade para nós e, apesar dos números de nossos projetos serem positivos, entendemos que devíamos fazer diferente.

Nasce a Escola de Negócio das Artesãs

Visando empoderá-las para que caminhem junto com a Rede Asta e com suas próprias pernas, construímos, em 2015, a Escola de Negócios das Artesãs. O objetivo dessa escola é desenvolver habilidades empreendedoras como gestão financeira, formalização, formação de redes entre artesãos, comunicação e vendas.  

O grande diferencial da Escola de Negócio das Artesãs é ela ter sido construída por uma organização, até então, com 11 anos de prática de mercado. Colocamos todo o nosso conhecimento em vendas de artesanato e empreendedorismo em aulas, exercícios e monitoria para empoderar cada artesão brasileiro que chegar até nós.

Monitora e artesã da Rede Asta na formatuta da Escola de Negócio das Artesãs recebendo certificado
Angélica (monitora) e a artesã Mariluce na formatura da Escola de Negócio das Artesãs | Foto: Gabriel Nascimento

__

Quer participar? Saiba mais e cadastre-se.

__

O mercado comprador não sabe como encontrar artesãos. E agora?

A curiosidade nos levou a campo para entender a razão dos lojistas, marcas e empresas não comprarem de artesãos. Descobrimos indo em feiras, shoppings e eventos que existe uma distância entre lojistas e pequenos produtores. Nessa busca de respostas dos motivos que fazem lojistas e marcas não comprarem direto do artesão, descobrimos que a maior razão é: “NÃO SABEMOS ONDE ENCONTRÁ-LOS E COMO FAZER CONTATO COM ELES”.

Nós tínhamos a faca e o queijo nas mãos: bons artesãos e marcas nos procurando para encontrar mão-de-obra artesanal qualificada para produções e lojistas nos buscando para revender artesanato brasileiro de qualidade. Como conectá-los?

Capinhas de canudos sustentáveis feitas pelas artesãs da Rede Asta com retalho da FARM para a Mentah!
Capinhas da canudos sustentáveis feitos pelas artesãs da Rede Asta para a marca Mentah!

Mercado Asta: um lugar de encontro entre quem quer comprar e quem quer vender artesanato

O artesão, ao fazer a formação empreendedora da Escola de Negócios das Artesãs, passa a entender que um dos possíveis canais de escoamento da sua produção é vender para lojas ou prestar serviços para marcas. Aprende os passos que precisa tomar para a sua formalização, a precificação adequada de seus produtos e outros temas para atuar nesse mercado.

Com isso, lojistas e marcas encontram artesãos melhor preparados para atender suas demandas de produtos e serviços. Eles passam a gerar renda direta a pequenos produtores locais, valorizam o artesanato brasileiro e apresentam produtos de qualidade e únicos aos seus clientes.

Na Plataforma Asta, quem produz monta uma vitrine virtual do seu negócio e quem deseja comprar, acessa o Mercado Asta para conhecer os produtos os cadastrados pelos artesãos.

Fuxicãod e artesã da Reda Asta na loja Parceria Carioca do Museus do Amanhã
Fuxicões da artesã Ana Lúcia da Rede Asta na Loja Parceria Carioca no Museu do Amanhã no Rio de Janeiro


__

Artesão cadastre-se e acesse a Plataforma Asta em www.plataformaasta.com.br

Lojistas e marcas acessem www.mercadoasta.com.br

Para brindes corporativos e transformação de resíduos (solução de upcycling) de empresas em produtos a operação permanece pela Rede Asta através do e-mail contato@redeasta.com.br ou (11)4172-1800

__

A Plataforma Asta foi desenvolvida pela Rede Asta através dos patrocínios da Fundação Trafigura, Instituto C&A e está sendo aprimorada através da Lei de Incentivo à Cultura (Lei nº 8.313/91 :: Lei Rouanet) do Governo Federal pelos patrocinadores* Santos Brasil e Mercado Livre.

*Projeto disponível para captação de recursos sob o PRONAC 184695 e pode ser acessado neste endereço http://versalic.cultura.gov.br/#/projetos/184695 . Caso tenha interesse em investir, entre em contato no e-mail impacto@redeasta.com.br