Um Dia Internacional da Mulher para guardar na memória

18/4/2018

O dia 08 de março é internacionalmente conhecido por ser o dia das mulheres. Flores e bombons são os presentes que usualmente recebemos. Não que abominemos os presentes, longe disso. Carinho e cuidado são muito bem-vindos. Mas esse ano Rachel Schettino, cofundadora da Rede Asta, ganhou muito mais do que isso. Ganhou lugar de fala.

Senti o quanto uma fala inspiradora e exemplos reais podem encorajar o resgate e o desenvolvimento da nossa potência feminina. Não temos noção do nosso poder que temos! Tentei nesta data, alem de me retroalimentar, deixar um convite para que cada mulher pudesse revisitar seu poder, sua importância e seu propósito. Rachel Schettino | Cofundadora da Rede Asta

Pela manhã, esteve na terceira edição do Prêmio EcoEra conversando sobre sustentabilidade com viés social no mundo da moda. Esse ano o prêmio incluiu a categoria Igualdade de Gênero e Empoderamento Feminino em uma parceria com o Instituto C&A. Nela foram avaliadas empresas e políticas em prol das mulheres.

“Para nós fez todo sentido porque a gente acredita que a mulher é a grande força por trás dessa indústria [da moda].” Giuliana Orteda | Diretora Executiva do Instituto C&A

Nossa presença foi mais do que falar de boas práticas de preservação do meio ambiente. Somos uma empresa criada por mulheres, que batalha por igualdade de gênero diariamente através do empoderamento das artesãs da rede. “Estar aqui no Prêmio EcoEra é incrível uma vez que a gente consegue enxergar em grandes marcas a inclusão social no mundo a moda”, relata Rachel.

No final do dia, esteve com colaboradoras e colaboradores do EloGroup. Dessa vez foi contar sua trajetória de empreendedorismo e de luta por uma vida com mais propósito.

“Foi muito interessante ter essa oportunidade de troca e, também claro, de aprendizado com a Rachel. Nossa ideia inicial era trazer uma convidada que pudesse agregar na discussão de gênero, contando um pouquinho mais da sua trajetória de carreira e empreendedorismo como mulher. No entanto, ao saber um pouquinho mais sobre a Rede Asta, percebemos que a troca poderia ser (e foi) muito além de carreira e mulheres, abarcando também como é, atualmente, realizar um empreendimento social, sendo uma muher e todos os desafios atrelados a esse contexto. Trocamos, aprendemos e nos inspiramos na história da Rede Asta e da Rachel Schettino! “ Julia Castro | EloGroup

Nossa cofundadora Rachel com a equipe da EloGroup

A palestra fez parte de uma iniciativa da empresa chamada ElaEloEle. O objetivo é criar um espaço para que os colaboradores possam discutir e refletir sobre questões de gênero. Por isso, Rafael Clemente, sócio fundador da EloGroup, destaca a oportunidade que foi conhecer o trabalho da Rachel e da Rede Asta, além de mostrar a importância de sempre buscar evoluir.

"Como um dos sócios fundadores da empresa, entendo e reconheço que, por mais que estejamos sempre perseguindo fazer tudo o que fazemos por meio de valores que acreditamos, há sempre espaço para evoluir, e tudo o que vem acontecendo no mundo e, consequentemente, no mercado, nos confirma isso. Muito mais do que um marketing, a preocupação de garantirmos o respeito às diversidades no ambiente corporativo é uma necessidade para a sustentabilidade de qualquer negócio. Nesse contexto, a Rachel foi nossa convidada especial para o dia das mulheres e fico feliz que tenhamos dado a oportunidade ao nosso time de trocar e evoluir com uma mulher empoderada e inspiradora como ela!"

Além do bate-papo, a EloGroup presenteou suas colaboradoras com cadernos* feitos a mão por artesãs do grupo Mãos Brasil, empoderando e gerando renda junto com a Rede Asta.

_________________________

Os tecidos utilizados na produção desses cadernos foram doados com carinho pela FARM.